No número 12/13, Roberto Acízelo de Souza discute as práticas e matrizes críticas no romantismo brasileiro e Walnice Nogueira Galvão analisa o romantismo das trevas. Clique aqui para ler a edição