O número 17 da revista Teresa, do Programa de Pós-graduação em Literatura Brasileira da FFLCH – USP, publicará no 1º semestre de 2016 o dossiê Literatura brasileira, autoritarismo e violência. Serão aceitos artigos dedicados a romances ou contos publicados entre 1930 e 1990. Cada artigo deve estar de acordo com uma das seguintes propostas de tópicos:

 

1. Narrativas brasileiras que se referem diretamente a episódios da Segunda Guerra Mundial;

2. Imagens da violência em romances ou contos que se referem a repressão política e violência de Estado no período da Ditadura Militar;

3. A historiografia, a crítica literária e o estudo das relações entre literatura e regimes autoritários no Brasil;

4. Violência urbana, desigualdade e antagonismo social na narrativa brasileira;

5. Pacifismo e literatura no Brasil;

6. Violência, preconceito e exclusão social na narrativa brasileira;

7. O ensino de literatura brasileira e a crítica da violência e do autoritarismo.

 

A ideia é reunir estudos originais que ajudem a ampliar a compreensão da presença de imagens da violência e do autoritarismo na literatura brasileira. O volume pretende contribuir para debates referentes a relações entre literatura, memória e política no Brasil. Também serão aceitas propostas de resenhas de livros, publicados nos últimos três anos, que contemplem pelo menos um dos tópicos enumerados anteriormente.

 

Prazo de envio dos textos: 4 de dezembro de 2015

 

Diretrizes para autores e modo de submissão

Acessar o endereço eletrônico

http://www.revistas.usp.br/teresa/about/submissions#onlineSubmissions

 

Comissão organizadora:

Jaime Ginzburg (USP)

Marcos Flamínio Peres (USP)